Mãe!
Mulher de todos os dias
Passando por todas as noites
Mãe!
Nada mais do que amor
O amor mais puro, o amor dos anjos
Mãe!
O que fazes tão longe de mim
Ou! O que faço longe de ti
Mãe!
(Me) Perdoe minha ausência
Longe de tua jurisprudência
Mãe!
Me envergonho em lhe falar
Sem poder te abraçar
Mãe!
Quem irá me proteger
Quando um tropeço suceder
Eu sei Mãe!
Que está na hora de me virar
Que não posso mais procurar seu olhar
pra me encobertar
Eu sei Mãe!
Que minha hora está chegando
Que o trem está passando
Mas Mãe!
Não vou lhe deixar na mão
Sob o olho de um furacão
Ou a fúria da devastação
Saiba Mãe!
Que estarei lá
Sempre que você precisar
E nossas mãos a se encontrar
Lhe mostrará Mãe!
Que o reflexo de toda a vida
Não foi em vão
E pelo menos! Mãe!
Se não vencermos o inimigo
Você terá um peito amigo
Guardando um coração
Mas um coração de… Mãe!
Mas ensinado por você! Mãe!
E aprendido pela vida, pelas ruas, avenidas
Não desviarei o meu caminho
Continuarei seguindo o trilho
Onde… Mãe!
Eu sei que você estará
Para sempre a me esperar
E Mãe!
Então terei a chance
De me redimir em frente a ti
E sem querer te iludir
Falarei…. Mãe!
E não diga não escutei
Eu te amei
Eu te amo
E para sempre te amarei…. Mãe!

Eduardo Paschoalini

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s